Seguidores

sábado, 8 de abril de 2017

Cancerianos são muito "família".




Que Harrison Ford (13/07) levou isso para as telas na pele de Han Solo todo mundo já sabe...




Primeiro, na trilogia Star Wars IV, V E VI, unindo-se à família da Aliança Rebelde – a princípio, apenas por dinheiro, como um mero contrabandista em Uma Nova Esperança...




... Em seguida, por honra, como um guerreiro rebelde em O Império Contra-ataca...




E, por fim, por amor, em O Retorno de Jedi.




O Han Solo do canceriano Harrisson Ford era tão ligado nesse lance de família que, durante essa trilogia, ele fez de Leia sua esposa...




... Luke seu cunhado...




... e Darth Vader seu sogro!




E, claro, não podemos nos esquecer da família que ele já tinha com Chewie, seu inseparável companheiro. 




Mas Harrisson Solo não parou por aí. Em Star Wars VII: O Despertar da Força, ele tenta reunir sua família de sangue, indo atrás de seu filho para convencê-lo a deixar para lá esse negócio de "lado sombrio da Força".




Mas parece que o pequeno Kylo Ren não o perdoou pelo que fizera ao vovô...




... e deu no que deu.




Ah, sim. Alerta de spoiler... ops! Muito tarde?




Agora, depois de testemunhar tudo isso na ficção, como você acha que Harrisson Ford seria na vida real? Como você acha que são seus programas em família...




... por exemplo, no Halloween?

















Para quem está procurando Harrisson Ford na foto, ele é a ervilha à direita.







Curiosidade: Harrison Ford tem dois filhos (Benjamin e Willard) de seu primeiro casamento, com Mary Marquardt...




... dois filhos (Malcolm e Georgia) de seu segundo casamento, com Melissa Mathison, a roteirista de E.T., o Extraterrestre...






... e assumiu Liam, o filho adotivo da atriz Calista Flockhart, ao se casar pela terceira vez.




Han Solo, como só os bem nerds sabem, teve três filhos: Jaina, Jacen e Anakin.




Já Indiana Jones, teve apenas um, o Shia LaBeouf...




... mas como ele foi um pai ausente, o rapaz tornou-se meio desorientado e passou a se meter em um monte de confusões e bizarrices, como desfilar no tapete vermelho do Festival de Berlim com um saco de papel na cabeça:



Um comentário:

  1. Sensacional! O humor de vocês lembra o Casseta & Planeta dos bons tempos. Vida longa aos blogs.

    ResponderExcluir